28 de novembro de 2014 - 11:05 PM
Destaques

Como identificar o legítimo bacalhau

 

O bacalhau é um peixe típico na culinária do Brasil, onde foram trazidas pelos portugueses nas Grandes Navegações, por ser não perecível e agüentar as longas jornadas.

Pelo fato de ser caro, o bacalhau é falsamente vendido, e o consumidor, achando que está comprando o peixe que está procurando, acaba levando outro alimento para casa.

Não é fácil identificá-lo, mas muitas vezes é o que necessita fazer para não ser enganado. Primeiramente questione no local de compra, o tipo de bacalhau que estão vendendo.

O legítimo peixe é largo, com lombos grossos que permitem corte.

O rabo tem que ser reto ou curvado para dentro.

A cor do corpo é “palha” – se o bacalhau for totalmente branco ou tiver um bordado branco nas extremidades, não é o bacalhau.

Puxe um pouco a pele, para ser o legítimo, ela se solta facilmente.

Além disso, analise também se o peixe está escovado, limpo, sem manchas escuras. Se encontrar manchas pretas ou marrons, elas podem ser restos do sangue, bílis, significando que não ocorreu corretamente a limpeza do peixe para a venda.

Se o peixe também está seco. Pegue-o pela cabeça e solte a cauda. Se ficar reto está seco e bom para o consumo, se ele se dobrar, está mal para uso, úmido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top